Biografia de Vinícius de Moraes → Resumo da Vida e Obra

Marcus Vinicius de Moraes, popularmente conhecido como Vinicius de Moraes, foi um escritor, compositor, dramaturgo e diplomata brasileiro. Possui grande representatividade na arte, especialmente na segunda fase do modernismo.

Vinicius de Moraes tornou-se famoso por seus poemas, como Soneto de Fidelidade, inclusive por ter composto Garota de Ipanema, em parceria com Antônio Carlos Jobim, uma das principais canções do movimento musical Bossa Nova.

Biografia de Vinícius de Moraes

Vinicius de Moraes nasceu em 19 de outubro de 1913, filho de Clodoaldo Pereira da Silva (funcionário público e poeta) e Lídia Cruz (pianista). Nasceu e passou parte de sua vida no Rio de Janeiro.

Estudou no colégio jesuíta Santo Inácio, onde desenvolveu suas habilidades artísticas, especialmente na música. Aos quinze anos, iniciou a produção de composições musicais.

Formação e vida adulta

Vinicius de Moraes JovemNo ano de 1929, Vinicius de Moraes começou o curso de Direito, na Faculdade Nacional do Rio de Janeiro, finalizando-o em 1933. Neste ano, publica seu primeiro livro de poemas, intitulado O Caminho Para a Distância.

Decide não exercer a carreira de advogado e passa a trabalhar como representante do Ministério da Educação até 1938, quando recebe uma bolsa para estudar literatura inglesa em Oxford, em Londres.

Nesse período, administrava os estudos e trabalho na BBC londrina. Em 1940, volta ao Brasil e investe na carreira jornalística, atuando como colunista crítico de cinema no jornal A Manhã.

Diplomata

Vinicius de Moraes é aprovado, em 1943, em um concurso para diplomata. A partir de então, inicia uma série de viagens internacionais que enriqueceram ainda mais seu repertório cultural, com passagens por Estados Unidos, França e Uruguai.

Vinicius de Moraes Diplomata

Produção artística

Em 1964, Vinicius de Moraes retorna ao Brasil definitivamente. Sua produção artística vinha crescendo desde a década de 50, mas passa a atingir seu auge a partir de sua permanência no país.

Foi nessa época que formou parcerias musicais com Antônio Carlos Jobim, Toquinho, João Gilberto, Edu Lobo, Baden Powell, Francis Hime, Chico Buarque e Carlos Lyra, e compôs canções que se tornaram ícones do movimento Bossa Nova.

O maior exemplo disso é Garota de Ipanema, que foi escrita no ano de 1962, posteriormente musicada por Antônio Carlos Jobim. O sucesso foi tanto, que a canção chegou a ser lançada em inglês.

Depois, a parceria com Edu Lobo, na música Arrastão, rendeu-lhe um prêmio no Primeiro Festival Nacional de Música Brasileira. Já a parceria com Toquinho originou músicas famosas, como Aquarela.

Bossa nova e a ditadura

Vinicius de Moraes foi um dos fundadores do movimento Bossa Nova, que mostrava uma evolução do samba, combinando-o com o jazz americano. Como se tratava de um ritmo com mais técnica, logo a Bossa Nova foi internacionalizada.

Posteriormente, com o início da ditadura, essa forma de expressão musical assumiu um tom de protesto, como pode ser notado em Terra de Ninguém, interpretada por Elis Regina.

Produção literária

A produção literária de Vinicius de Moraes também é abundante. Sua obra poética, segundo o próprio autor, é dividida em duas fases. A primeira é marcada pelo misticismo e cristianismo. Já a segunda é caracterizada pela aproximação com o mundo material, ao cotidiano.

Morte

Vinicius de Moraes faleceu em 09 de julho de 1980, no Rio de Janeiro, devido a problemas inerentes a uma isquemia cerebral.

Confira um pouco mais sobre a personalidade e características de Vinícius de Moraes em uma entrevista com o autor no vídeo, abaixo:

Conheça a vida e obra de outros autores importantes do Brasil:

Bibliografia resumida

  • 19/10/1913 – nascimento no Rio de Janeiro;
  • 1924 – ingresso no colégio jesuíta Santo Inácio;
  • 1929 – ingresso no curso de direito da Faculdade Nacional do Rio de Janeiro;
  • 1936 – trabalho no Ministério da Educação;
  • 1938 – estudo e trabalho em Londres;
  • 1940 – retorno ao Brasil;
  • 1943 – início da carreira como diplomata;
  • 1959/60 – fundação do movimento Bossa Nova;
  • 1962 – composição de Garota de Ipanema;
  • 1964 – fim da carreira como diplomata e retorno ao Brasil;
  • 09/07/1980 – morte.

Principais obras

Poesia

Prosa

Teatro

Música

  • Rancho das Flores (1961)

  • Garota de Ipanema (1962)

  • Arca de Noé (1980)

Curiosidades

  1. Foi casado nove vezes e teve 5 filhos;
  2. Compôs o famoso Soneto de Fidelidade numa viagem à Lisboa com sua primeira mulher e Oswald de Andrade;
  3. A peça Orfeu da Conceição virou filme e conquistou a Palma de Ouro, em Cannes, e o Oscar de Melhor Filme Estrangeiro.

Rafaela Trevisan Cortes

Rafaela Trevisan Cortes, jornalista formada pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR). Revoltada por natureza, vê na comunicação uma oportunidade de extravasar a sua paixão por curiosidades, arte e conhecimento.

Conheça Mais Sobre o Autor

Deixe seu Comentário

WebGo Content